Pátria devastada – Metáfora

Oh! Mar, quando se levantará?

Já fostes por muitos, agitado, devastado e empurrado para todos os lados

Já viste a ignomínia contaminar a sua razão

O direito daqueles que em ti vivem já foram vilipendiados

A segurança deles já foi ofendida

O número dos que pereceram já se perderam nas alturas quantitativas

Quando se levantará oh! mar

Os ofendidos e penalizados clamam pela sua ação

Quando serão tolhidos e controlados aqueles que ofendem os seus direitos primários

Realize a sua ação oh! mar

Faça cumprir a razão da sua existência

Provenha a sua necessária ação protetora

Cuide daqueles que em ti vivem

Que venha a sua ação traduzindo toda insatisfação a ser suprida

Erga-se e passe de roldão, tal e qual gigantesco tsunami

Lave com a sua água toda a sujeira que contamina

Com o seu sal, limpe e sare as feridas daqueles que em ti vivem

Conserte e acomode todos aqueles que deve proteger

Venha oh! Mar, o seu momento se aproxima

Ajude erguer bem alto o título de eleitor dos que em ti vivem

Sare a todos, aos doentes da ganância, e aos ofendidos por ela

Clame por Euclydes, quem sabe, ele com sua lâmpada, já tenha encerrado suas buscas

E encontrado um em quem confiar

Autoria: Walmir da Rocha Melges – 26.07.2018

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados para Walmir Melges | Desenvolvido por Consultoria Marketing - Criação de site

DMCA.com Protection Status

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?